sábado, maio 8

O que nos move?

Se formos pensar ao pé da letra tudo o que nos motiva poderemos encontrar a resposta para muitas coisas que fazemos e não percebemos. Desejos que não são nossos e lutamos por eles sem ter consciência. Vive-se num mundo em que tudo é dinheiro, ou pelo menos para se fazer qualquer coisa é preciso dinheiro. A televisão anuncia produtos, as necessidades se mesclam com opções mais sofisticadas - melhores produtos - ouvi-se falar de um produto, de uma marca. Sempre na esquina tem um outdoor, perto dele uma loja.

Perguntar-se o que me move? E parar para esperar as repostas que a sua mente lhe trás pode ser surpreendedor. Refletir sobre como nossas ações são vistas é complicado, mas também ajuda no processo de descobrimento.

Acontece que muitas vezes temos medo da resposta que teremos, nem sempre nos contentamos com o que somos com nossos próprios e naturais desejos. Por isso lutamos ignorando os sinais que nos são enviados de forma direta ou indireta. Pensamentos a respeito de si próprio, palavras chaves que saem da boca de outros a sua volta, idéias cósmicas que surgem do nada.

Pensar, pensar e pensar. Dói, machuca, incomoda, nos muda. O poder da cultura expresso na língua, nas tradições, nos pensamentos e preconceitos é o que nos molda, sem deixar de considerar o que trazemos consigo mesmos.

Devemos lutar num exercício continuo e duradouro, motivado pelo bem estar e amadurecimento contra os instintos da cultura, contra os reflexos automáticos que acumulamos para sermos melhor aceitos pela sociedade.

Por mais que a natureza grite, é possível ir contra com trabalho vagaroso e constante no sentido de alterá-La. Reforçar mais a mudança que o “defeito” a ser extinto. Pensar mais e agir mais no sentido de angariar a vitoria ou mudança, e valorizar pequenos traços de mudanças, mesmo quando eles não apontem surgimento algum. Crer sem sentir.

2 comentários:

Anônimo disse...

É uma visão bem marxista das coisas Adenevaldo. É claro que algumas coisas são relevantes.

JD - João Damasio disse...

O Adenevaldo é marxista...

Postar um comentário

Viage mais em:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...