sábado, abril 17

Por um pouco mais de destino.

Se pensarmos bem o destino pode ser algo bom. Muitas vezes fazemos o que nos parece ser o melhor, isto dentro de nossa visão, quando por vezes acabamos por ignorar uma serie de detalhes, objetivando somente nosso anseio. Porque não pensar que o destino pode nos livrar dessa sede insana que todos nós – seres humanos – temos de ser e ter algo nessa vida.

Desde crianças somos moldados a querer para ter e muitas vezes só depois ser. Pensar que existe um destino para cada um de nós sugere a idéia de alguém que o faça, mas quem será? Será o tal deus dos céus? Não, pode ser que é poder de nosso subconsciente que constrói tudo isso baseado no que acumulamos como o ideal. Achar que as leis naturais também têm parte nisso não é errado. Mas afinal de contas quem é esse que lida com os destinos?

Sonho com um bilhão de possibilidades para cada decisão que tomo. Mesmo temendo que todas elas não aconteçam só por acreditar nelas. È meio como se ao sonhar com o ato ele se torna morto, incapaz de tornar realidade pela sua previsibilidade. Coisas de filosofo.

Talvez o que falta é a capacidade de ir indo, fazendo, sendo e acreditando na beleza da vida. Acreditar que se tudo não acontecer como foi sonhado outra coisa melhor vai acontecer. Aliar a realidade com os próprios quereres e deixar a vida dar seus contornos a essa forma de levar a vida.

Conceber uma forma saudável de agir e pensar é muito difícil. Sempre se convive com outras pessoas e negar a influencia delas não é possível. Influência energética e ideológica que macula pela realidade idéias imaginarias tão belas. De repente olhar o céu quando ele esta estrelado pode nos dar uma dimensão de nossa incapacidade em meio a tudo que nos cerca ou o contrario, nos fazer acreditar por aquela beleza que tudo é possível.

Determinado pela natureza, pela força de nós mesmos ou por autarquias celestiais desconhecidas não se sabe ainda de onde vem nem não para onde vão os sonhos e os destinos. Experimentar a História pode muitas vezes dar noção realista e matar todos os sonhos perfeitos. Definhando destinos e empunhalando o real goela a baixo.

Um comentário:

JD - João Damasio disse...

Oi Adenevaldo,

Estive afim de viajar um pouquinho e lembrei deste espaço seu.
E estou mto contente por perceber q ele continua aqui, mantendo o propósito do início: viajar constantemente.

Abçs, João.

Postar um comentário

Viage mais em:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...